Guilherme Almeida

Guilherme Almeida, Salvador-BA, é artista visual, designer e estuda Artes Plásticas na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia. Começou a trajetória nas artes de forma autônoma até em 2016 entrar no curso de pintura no Museu de Arte Moderna da Bahia. Trabalha com pintura e escultura a partir de materiais trazidos do seu cotidiano para apresentar questões complexas e irônicas com relações de poder e espaço. Tem seu olhar voltado para os valores da liberdade e beleza de famílias afro-brasileiras, os sonhos de crianças negras e estereótipos racistas que aumentam seu interesse de subverter tais normas. Trazendo em seus trabalhos o orgulho roubado, lugares de poder e autoestima. Criando personagens em narrativas exaltando beleza, vitórias e riquezas da cultura negra. Em 2020 faz uma Residência em Artes na Universidade de Évora, Portugal, e faz alguns experimentos com áudio e animação. Atualmente segue trabalhando com pintura e a partir delas criando instalações, como é o caso da sua série mais conhecida, Destruição dos Mercados, que participa agora da exposição ``Carolina Maria de Jesus: Um Brasil para os brasileiros ``no Instituto Moreira Salles. Seus projetos futuros estão inteiramente ligados à pintura, onde pretende se auto consagrar um pintor do cotidiano rico, feliz e próspero de famílias e pessoas negras, onde o luxo e os sorrisos se tornam cada vez mais comuns.

 

 Palavras-chave: Corpo, poder, autoestima, riqueza