Marco Ribeiro

Guanambi, BA.

Marcos é artista e  graduando em Arquitetura e Urbanismo. Sobre o papel, o artista cria grafismos em técnicas diversas como o desenho em nanquim e aquarela, a fotografia expandida, a escultura, experimentações com cimento e linha de algodão e atualmente, tem-se dedicado à produção de estruturas geométricas utilizando o Nanquim. A inspiração para muitos de seus trabalhos vem da vivência familiar com o avô tipógrafo, quando ele e os irmãos se impulsionaram à observação e ao desenho. Posteriormente, teve contato com a arquitetura brutalista brasileira, um encontro importante que fortaleceu sua relação com a geometria e o preenchimento do espaço. 

Destacam-se as séries Escritos sobre Constâncio (2016/2017), Ponto de Fuga (2016/2017), Linhas Projetantes (2017), Cartas que escrevi pra mim (2017) e o projeto Desconcreto (2015/2016), o artista Integrou, em 2015, a exposição coletiva Elementa, em que apresentou sua série Mineralia, na Galeria Contemporarte, em Fortaleza/CE, No ano de 2016, realiza duas exposições individuais: Homônima, na Galeria Karla Osorio (Brasília/BSB), e Estrutural, na Galeria Contemporarte. Em 2017, a exposição Conexões, na Galeria Vicente Leite e a XIX Unifor Plástica, ambas na capital cearense.

Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro
Marco Ribeiro